Sunday, 30 October 2011

Pt

"Fui até à rua onde vivemos; ...
  »Procurei as pessoas com quem me costumava encontrar para beber uns uísques ao fim da tarde. A maioria já não vive ali, as que ficaram queixam-se da constante sensação de insegurança. Andei pelos lugares onde passeava, e senti-me um estranho, como se já nada daquilo me pertencesse. O pior de tudo é que o sonho de voltar um dia ia desaparecendo à medida que eu me encontrava com a cidade onde nasci.
  »Mesmo assim, foi  necessário. As canções do exílio ainda continuam no meu coração, mas sei que nunca mais voltarei a viver no Líbano. De alguma maneira, os dias passados em Beirute ajudaram-me a perceber melhor o lugar onde estou agora, e a valorizar cada segundo que passo em Londres."

Paulo Coelho, A Bruxa de Portobello