Friday, 29 January 2010

Highligths II

O segundo dia começou com um tradicional e reforçado Full Irish Breakfast, que nos deixou preparados para enfrentar as novas caminhadas que se avizinhavam. A todos os apreciadores das letras, sugiro que comecem o dia no Dublin Writers Museum.  O museum retrata de forma cronológica  a vida e obra de alguns dos mais aclamados escritores da literatura Irlandesa. Nele é possível admirar cartas, manuscritos, e até primeiras edições de alguns livros raros, bem como retratos e artigos pessoais de escritores como James Joyce, Jonathan Swift, Oscar Wilde, Bram Stroker (o famoso autor de Dracula), entre outros já referidos. Como fotos não são permitidas aqui fica uma imagem da Galeria dos Escritores, retirada da net.
O nosso itinerário levou-nos então até Trinity College, a mais antiga Universidade da Irlanda. No seu campus, onde é permitido passear-se livremente, encontra-se  o Campanário, o imponente edifício da Biblioteca que alberga o famoso "The Book of Kells", em exposição, e ainda a moderna e cativante escultura "Sphere within Sphere".
Seguindo pela Grafton Street, entramos na zona comercial por excelência: as grandes lojas marcam aqui presença. É também o sítio ideal para parar e admirar o movimento num dos muitos cafés que por aqui abundam, ou se o tempo assim o permitir, no St Stephen's Green Park.
Mas nenhuma ida a Dublin estaria completa sem uma visita à Guiness Storehouse. E foi para lá que nos dirigimos em seguida. O edificio é composto por 7 andares onde é explicado passo a passo, todos os elementos envolvidos na produção, armazenamento, comunicação e transporte de uma Guiness, até chegar ao consumidor final. E tudo isto com direito a umas provas pelo meio!
 
Termino este post com algumas das magníficas vistas de que é possivel desfrutar no Gravity Bar, onde aproveitamos para relaxar. Os irlandeses dizem que "existe poesia numa pint of Guiness". Nós só podemos mesmo concordar. Cheers!

6 comments:

Vagamundos said...

Também concordamos com os irlandeses: sem dúvida que existe poesia (ou inspira a) num pint of Guiness :) Gostamos muitos deste vosso passeio. Já andamos com Dublin debaixo do olho à algum tempo e os teus relatos são mais um ponto a favor da cidade.
Bjs

Marshmallow said...

VagaMundos: Dublin revelou-se uma boa surpresa! E muito ficou por explorar...
Fico contente que estes posts vos possam servir de inspiração, tal como muitos dos vossos me têem inspirado!
Bjinhos

idaisy said...

gostei muito da reportagem! fiquei com ainda mais vontade de conhecer ;)

Marshmallow said...

Obrigada Idaisy!
Espero que as minhas dicas possam ser úteis. :)

Jibóia Cega said...

A minha primeira viagem paga inteiramente com dinheiro meu foi aqui em Fevereiro de 1999, portanto Dublin tem um lugar especial em mim ;)

Marshmallow said...

Olá Jiboia, espero então que tenhas gostado de rever a cidade pelos meus olhos. :)