Thursday, 3 December 2009

Viver sem dinheiro

"Cheguei a conhecer uma história de um viajante que apenas tocava flauta na rua. Não era esmola... era um serviço que ele prestava ao tocar (a ao que parece muito bem)para quem passava na rua.
Por isso a minha antiga encenadora convidou-o pra jantar, deu-lhe dormida e ele recompensou ao tocar numa das actuações dela."

Quantos de nós conseguiriamos viver sem dinheiro?

Esta senhora há 13 anos que o faz!

9 comments:

Sonhos Milka said...

Encorajador!

Cada vez mais o "Natal" começa mais cedo...

idaisy said...

Tenho que ler melhor a história da senhora, parece interessante!

(já te respondi lá no blog, mas acho que são KS3!) ;)

Marshmallow said...

Sonhos milka, é mesmo!
Ainda bem que há pessoas que nos lembram como retribuir, sem que para isso seja necessário dinheiro! :)

Marshmallow said...

Idaisy, é uma história invulgar, e que no caso dela em particular,parece funcionar bastante bem. Aqui vive-se muito mais em comunidade daí que já tenha visto algumas ideias destas em prática. Por exemplo: pessoas que trocaram 1h a passar a ferro por 1h de babysitting. :)

Sonhos Milka said...

Obrigado pelo post!

Oxalá todos os dias pudessemos abrir os olhos com histórias positivas!

Vi um projecto interessante a aumentar na Suiça:

http://www.easyswap.org

idaisy said...

Sem dúvida que aqui se vive muito mais em comunidade... é uma grande diferença!

beijinhos,
margarida

Carmenzita said...

Olá, boa tarde. Sou portuguesa, e tirei o curso de técnica de acção educativa com o 12º ano, mas não está nada fácil para arranjar trabalho. Eu falo e entendo inglês mas não fluentemente. Já há algum tempo que visito o teu site e como vi que trabalhas nesta área enchi-me de coragem e resolvi meter-me contigo( tomei a liberdade de te tratar por tu, espero que não leves a mal). Tenho 35 anos, sou casada e o meu marido agora tb ficou no desemprego, a empresa faliu, ele trabalhava como encarregado da construção civil. Temos 3 filhotes e isto está mesmo muito dificil... este natal não há natal para os meus filhotes o que me deixa o coração muito apertado...desculpa a intormissão...achas que conseguia arranjar trabalho aí na minha área?
Beijinhos Diana

Marshmallow said...

Olá Diana, bemvinda. :)
Claro que não levo nada a mal. Também já passei por isso.
Este blog foi criado com a intenção de trocar/partilhar experiências e opiniões.
Olha, não tenho dúvidas que conseguem arranjar aqui trabalho. No entanto inicialmente todo o processo pode ser um pouco complicado (isto não é o "el dorado" que muita gente pinta!) daí aconselhar a serem cuidadosos e a terem as coisas bem planeadas. No nosso caso o meu marido veio primeiro. Alugou um quarto, arranjou emprego e só 4 meses depois quando as coisas ficaram mais seguras, alugou um apartamento e viemos nós.
Há vários sites que podes espreitar como o http://www.jobcentreplus.gov.uk,
http://younginherts.hertsdirect.org/,http://www.childcarecareers.gov.uk/ só para teres uma ideia mais concreta do mercado de trabalho.
Eu não tinha nenhumas qualificações em chidcare ou educação.A minha área de formação é outra.Tive a sorte de conseguir emprego num Playgroup, o que me permitiu posteriormente arranjar emprego numa escola e num After-school.
Sou totalmente a favor da emigração e no vosso caso com 3 filhos acredito que estariam bem melhor aqui. Se tiveres alguma dúvida ou precisares de mais esclarecimentos, não hesites em falar.
Bjinhos

Marshmallow said...

Diana,um dos endereços ficou cortado aqui está:
http://www.childcarecareers.gov.uk/
Espero que seja útil.
:)