Tuesday, 11 August 2009

A saga do Consulado Português

Fui ao Consulado de Portugal, em Londres.
E como muitos outros já referiram, ir ao Consulado é uma saga.
E dura, e dura...
O passaporte do R. não tinha validade suficiente para os 180 dias necessários para o visto, por meros 13 dias e teve que o renovar cá. Ora, para ir ao Consulado só com marcação. E neste momento, o tempo de espera são só... 2 meses!! É mais rápido ir a Portugal!!

Mas como marcamos em Junho, fomos atendidos nos primeiros dias de Agosto.
Ontem fui lá para levantar o passaporte. Quase 2 horas para levantar um documento!! Pensarão vocês: as filas deviam ser enormes! Pois...NÃO!!!
Éramos dois para levantar o dito documento!!
Incompetência pura!

Assim que lá cheguei disseram-me que me fosse sentar que me chamariam assim que possível. Mas na sala que me indicaram era impossivel ouvir quem quer que fosse. Por isso e como me tinham dito que era só chegar lá e entregar o papel para levantamento, coisa que já havia feito, dirigi-me novamente há recepção. Mas o inergumeno que lá estava, só sabia dizer tem que esperar!!
Entretanto os minutos foram passando e começo a ouvir
"O Consulado vai fechar para almoço! Reabre ás 2h. Façam todos o favor de sair!"
Lindo , não é? Estando num país que não fecha para almoço, ouvir estas palavras, lembra-nos... porque saímos de Portugal!!!
Claro que me recusei a sair sem o dito documento! Em 2 segundos, sim 2 segundos foi o tempo que lhe levou a verificar, o recepcionista diz-me "Não está aqui. Ainda não chegou. Talvez daqui a uma semana ou duas. Vá-se embora!"
Volto há carga: "Mas é urgente e garantiram-nos que estaria pronto hoje!".
" Pois mas não está aqui, vá-se embora que eu quero ir almoçar!!"
Este senhor não conhece a Marshmallow.
Não quando em causa está mais uma das suas viagens!!
Ainda não eram duas horas, lá estava eu plantada há porta do Consulado novamente. Assim que a porta abriu, passei pelo recepcionista, subi ao 2º andar, local onde são pedidos os documentos, dirigi-me a uma das pessoas que por lá trabalham para verificarem se o novo passaporte não estaria lá, quem sabe ainda na posta do correio. Para meu espanto dezenas de passaportes, aguardavam ali que alguém os fosse buscar. E para meu contentamento o do R. lá estava, prontinho para ir passear.
E tanta gente competente há procura de emprego!!!

12 comments:

Carla said...

Agora percebes porque vou a Portugal fazer o passaporte.....

Nao há pachorra, este consulado é a vergonha das vergonhas..

Beijocas e continuacoes de umas óptimas férias

Vagamundos said...

O nosso consulado em Copenhaga está literalmente parado. No dia que nos fomos registar, entramos, esperamos, saímos, almoçamos e voltamos a tempo de ser atendidos! Durante este tempo, só atenderam 1 pessoa! Mas parece que aí ainda consegue ser pior e a "simpatia" desse cavalheiro é bem à portuguesa.
Bjs
PS: Onde vão ser as férias? ;)

Marshmallow said...

Concordo plenamente Carla, mas o R. não tinha dias de férias para ir a Portugal.Gastei-lhos todos! :D
Bjinho grande

Marshmallow said...

Vagamundos,
O destino desta vez é...
Cabo Verde.
Bjinhos

Sonhos Milka said...

Isso dos consulados é um mal geral.

Podiam aprender qualquer coisinha nos paises onde estão mas continuam a ser mal encarados e desorganizados e muito leeeeeentos.

é curioso que odeiam ser mal tratados mas infelizemente é a unica maneira com que andem bem mais rapido!

Boas férias! :)

London Calling said...

Eu também tive esssa opinião quando tentei contactar o consulado via telefonia e passados 25m de espera e continuava a espera. E nas chamadas que não ficava em espera, estavam de almoço...e quando n era almoço era feriado nacional...
Até conhecer pessoas que lá trabalham, e das suas histórias.

Pq é q ninguém me atendeu a chamada NUNCA?! Porque apenas está uma pessoa a atender chamadas...
e essa pessoa passa o dia a atender chamadas em espera de pessoas que querem pedir BIs e vistos mas nao falam uma unica palavra de Portugues...nem inglês.

Porque é que o tempo de espera do consulado são 2 meses? Quem la foi ja ficou com uma ideia...quem la está não fala uma palavra de Português. Mas é raro ver alguém que não traga um filho de colo...que também não falará Português. Mas vão ser europeus à pala dos nossso serviços. Existe um processo todo burocratico para registar uma criança e uma série de documentos a apresentar para o fazer. Claro que quem quer registar não sabe nem se informa...logo telefona...entope...faz marcaçao ocultando q n tem registo de nascimento de crianca...entope...precisa de criar o documento...faz requerimento... entope.

Se não há recursos suficientes então porque não se contracta mais...
o problema é que há sempre pouco dinheiro para umas coisas e muito para suportar perdas de bancos e afins...

Qual é então o problema do consulado? Os Portugueses.
Porque raio vamos dar passaporte a alguém que nem sabe falar a língua e que telefona insultando e querendo saber o porquê de não receber o documento em inglês?
"Como é que eu vou perceber isto?!"
É que isto, não dá mesmo pra entender...

Marshmallow said...

Sonhos Milka, a lentidão parece ser mal geral, o mau atendimento parece ser único.
Bjinhos

Marshmallow said...

London Calling, no dia em que lá estive, tirando uma pessoa ou outra, todos falavam português. É certo que o Estado Português resolveu não renovar muitos contratos. Mas nós utilizadores não temos culpa que o senhor da recepção "ainda não tenha tomado o pequeno almoço e esteja mal disposto!"
A função do Consulado e dos seus trabalhadores passa também por informar, educadamente.
Bjinhos

Vagamundos said...

Pelo que temos vindo agora a descobrir das experiências de outros portugueses espalhados pelo mundo, até tememos o dia que venhamos a precisar dos serviços.
Bjs
PS: Então... Vamos ter fotos e relatos de Cabo Verde? :)

Marshmallow said...

Vagamundos, como não tenho o dom das palavras, reportagens não prometo. Fotos?
Tenho a mão colada há máquina! :)
Bjinhos

Micas said...

Parece que o mal é geral...aqui os Consulados Portugueses também não funcionam de todo...

Marshmallow said...

Olá Micas bemvinda.
Realmente é pena, mas parece ser opinião unânime entre todos.